Home / Actualidade / Vibradores podem tornar-se mais populares que smartphones?

Vibradores podem tornar-se mais populares que smartphones?

Os especialistas em consumo dizem que é possível. Os vibradores estão a tornar-se cada vez mais populares. O último salto nas vendas mundiais do apetrecho sexual é atribuído em boa parte a recentes declarações de celebridades, como as atrizes Gwyneth Paltrow e Jane Fonda, que revelaram alguns dos seus segredos da alcova.

A venda de vibradores e demais acessórios sexuais está a atingir este ano, segundo estimativas, a casa de 6 mil milhões de €. Em 2020, o volume deve superar 47 mil milhões de € – valor estimado para os smartphones. Pesquisas mostram que quase metade das casas britânicas tem um brinquedo sexual.

Gwyneth Paltrow, mulher de Chris Martin, vocalista do Coldplay, falou em entrevista sobre sua posição sexual preferida: qualquer uma!

Outra que deve ter contribuído para o aumento nas vendas foi Tulisa Contostavlos, recentemente eleita por uma revista masculina a mais sexy do mundo. Ela deixou cair bolsa um coelho vibrador no aeroporto de Miami.

Mais: Eva Longoria, de “Desperate Housewives”, afirmou que algumas das melhores “transas” que ela teve foram com um vibrador.

A colega de série televisisa Teri Hatcher foi mais fundo: “Para ser honesta, não sei para que serve um homem. Eu tenho alguns aparelhos fabulosos”.

Jane Fonda, de 73 anos, por sua vez, tem usado as últimas entrevistas para propagar que a sua vida sexual está melhor do que nunca. As palavras dela podem ter catapultado o interesse de mulheres da terceira idade por novos brinquedos.

Veja também

Naked Dating

NAKED DATING: O PROGRAMA DE NAMORO ONDE OS PARTICIPANTES FICAM NUS ANTES DE MARCAREM ENCONTRO

O Naked Dating é um programa de namoro às escuras, de uma rádio australiana de …

Deixe uma resposta