Home / Actualidade / 12 mitos e verdades sobre a Ejaculação Precoce

12 mitos e verdades sobre a Ejaculação Precoce

ejaculacao-precoce-sl

A Ejaculação Precoce é um problema que assombra milhares de homens no mundo inteiro, portanto é mais comum do que se possa imaginar. A maior dificuldade no tratamento está no preconceito e no constrangimento que os  homens e mulheres têm em lidar com o assunto. As vezes o tratamento é tão simples para o caso que não tem porque ainda conviver com esse problema, capaz de minar e causar o fim de tantos relacionamentos.

1 – É possível estabelecer um tempo mínimo para atingir o orgasmo?
A sigla IELT (intravaginal ejaculation latency time) – que significa o tempo de permanência do pénis dentro na vagina, desde a entrada até a libertação do sémen – aparece em muitas pesquisas sobre o tema. Um estudo publicado no “Journal of Sexual Medicine” chegou a um IELT médio de 5,4 minutos, depois de avaliar durante um mês a vida sexual de 500 casais de cinco países diferentes. Outros pesquisadores afirmam que ejacular antes de um minuto após a penetração é o que caracteriza uma ejaculação precoce. Mas em 1,5 minuto a disfunção seria somente “provável”.

2 – Existe cura para ejaculação precoce?
SIM! A EuroClinix comercializa um dos melhores produtos no mercado nesse campo.

Considera-se ejaculação precoce ou prematura quando um homem ejacula após uma pequena estimulação sexual. É uma condição comum que afecta 30% dos homens em todo o mundo. Não é raro experienciar ejaculação precoce se é sexualmente inexperiente, se deixou passar um grande intervalo de tempo entre parceiros sexuais ou se está nervoso sobre ter sexo com uma nova parceira. Este tipo de ejaculação precoce é relativamente normal e apenas se torna uma desordem sexual quando acontece frequentemente, durante um período prolongado de tempo.

A ejaculação precoce pode afectar a sua confiança sexual, bem com a da sua parceira, o que leva a uma frustração sexual mútua. Pode, porém, ser tratada com sucesso, graças a medicamentos de prescrição para a ejaculação precoce como o Priligy Dapoxetina. O Priligy não pode curar a ejaculação precoce permanentemente, mas pode ser uma solução a curto prazo sempre que precisar dela.

Saiba mais: http://www.euroclinix.com.pt/ejaculacao-precoce.html#ixzz2iisEklNu

Existe outros produtos no mercado que conseguem de alguma forma colmatar esse problema, um desse produtos tem como nome Tauron, um potenciador sexual natural e que não precisa de prescrição médica.

Pode encontrar na Ritual Erótico Sexy Shop, situada em Linda-a-Velha, uma das assistes tem formação em Parafarmácia e poderá o ajudar em todas as suas dúvidas.

ritual_erotico2

Se é uma daquelas pessoas que é mais inibido aconselhamos estão uma solução prática, tudo feito por mail ou por um simples telefonema e rapidamente a  sua encomenda chega junto a si.

Xpowerbanner

3 – Se me masturbar antes de sair de casa  resolve o problema?
Esta técnica é muito difundida entre os “rapidinhos”, principalmente entre os mais jovens. Já virou até cena de filme de Hollywood, na comédia “Quem vai ficar com Mary?”. A ideia de acalmar os ânimos antes do encontro pode ter algum sucesso momentaneamente, mas pode levar para um agravamento do quadro. Deve ser encarada somente como paliativo

4 – Pensar na conta do banco ou na derrota do seu clube  ajuda a retardar a ejaculação?
Não. Para poder desenvolver o autocontrole, o homem tem de se concentrar no sexo e no que está acontecer com o seu corpo. Identificar os estágios da própria tesão é o primeiro passo para poder controlar a ejaculação. “Exitem pacientes que dizem para a mulher se mexer o mínimo possível e para pensam em outra coisa. Mas isso cria uma ansiedade ainda maior para a relação”, afirma o urologista Celso Marzano, diretor do Isexp (Instituo Brasileiro Interdisciplinar de Sexologia e Medicina Psicossomática). Segundo ele, o tratamento da terapia sexual exercita o autorelaxamento para que seja possível conhecer a própria resposta sexual.

pensanopior

5 – Uma duche frio antes funciona?
Pode servir como forma de relaxamento, mas não tem efeito direto sobre o problema.

6 – Vale tomar a pena tomar uma bebida para relaxar?
A questão é delicada. Como o álcool é depressor do sistema nervoso central, é preciso mais estímulos para chegar ao orgasmo, mas uma dose a mais pode comprometer a erecção e arruinar a noite. Além disso, muitos ejaculadores precoces acabam dependentes do álcool para ter relações sexuais.

7 – Qual o efeito de drogas como haxixe ou a cocaína?
Como o álcool, elas agem no sistema nervoso central, diminuindo a percepção erótica, e podem retardar a ejaculação nas primeiras vezes. Um erro na dosagem também pode causar a perda da ereção. Além disso, o uso abusivo dessas drogas, principalmente da cocaína, pode levar a uma disfunção erétil, além de causar outros problemas emocionais, físicos e sociais.

8 – Jovens ejaculam mais rápido?
Por conta da falta de experiência, é normal que pessoas mais novas tenham menos controle desenvolvido, um nível maior de ansiedade em relação ao ato e a confiança reduzida quanto ao desempenho sexual. Quando o comportamento se prolonga por dois ou três anos com prática regular (de duas ou três vezes por mês) sem haver melhora na performance, é aconselhável uma avaliação terapêutica.

9 – Existe diferença entre orgasmo e ejaculação para o homem?
Fisiologicamente os dois devem coincidir, mas existem casos em que a ejaculação precede orgasmo e vice-versa. Não são sinónimos: orgasmo é o prazer máximo do ato sexual e ejaculação é a saída de sémen pela uretra peniana.

10 – Existe alguma posição sexual que favoreça ou não o controle da ejaculação?
Não há uma regra, mas facilita se a relação começar pela posição que seja menos excitante para o homem. Muitos especialistas defendem que a posição “papai mamãe” (o homem sobre a mulher) é a pior para os “rapidinhos” por dois motivos: possibilita contato maior dos corpos e é a posição mais comum, a que o homem já está mais habituado. A necessidade de mudar o “script” também é fundamental no trabalho de descondicionamento sexual. A mulher por cima, deixando os movimentos somente com o parceiro, é uma das primeiras indicadas nas terapias sexuais.

11 – A ejaculação representa o fim da relação sexual?
“Para os inteligentes, não”, afirma a ginecologista Jaqueline Brendler. “Mesmo depois da ejaculação, se o movimento sexual continuar, a mulher pode chegar ao orgasmo em questões de segundos.”

12 – O uso de preservativos ajuda ou atrapalha?
É relativo. Alguns ejaculadores precoces acreditam que a camisinha diminui a sensibilidade e, dessa forma, dá mais possibilidades de segurar os impulsos. Há quem use dois preservativos. Outros acham que a parada para a colocação do preservativo é o que atrapalha. Na pesquisa com 500 casais citada na primeira pergunta, o uso ou não de preservativos não teve influência nos resultados do tempo de permanência intravaginal sem ejacular.

 

protezon300x250

Veja também

Club Privé

HOMEM QUE É HOMEM JÁ SABE O QUE É BOM DESDE PEQUENINO

Repara bem neste vídeo… e diz lá que até ele já sabe o que é …

Deixe uma resposta