8 COISAS ESTRANHAS QUE MULHERES TENTARAM TROCAR POR SEXO.

A mulher que ofereceu sexo por ingressos de beisebol


Isto sim é levar uma pelo clube. A polícia afirmou que Susan Finkelstein estava tão desesperada para ver seu amado clube Philadelphia Phillies no Campeonato Mundial de beisebol que ofereceu sexo em troca de ingressos. Finkelstein se descreveu num anúncio de classificados como linda, loira, alta e de seios grandes, desesperada por dois bilhetes do World Series. A polícia encontrou o anúncio e marcou uma reunião entre ela e um policia disfarçado. Nesse ponto, Finkelstein, alegadamente, “ofereceu-se para realizar atos sexuais”. A mulher de 43 anos foi presa e acusada de prostituição, entre outros delitos. Ela negou todas as acusações.

A mulher que ofereceu sexo por dois cheeseburgers do McDonald’s

Durante uma operação, um detective da Flórida se aproximou de umas suspeitas de prostituição e abordou uma mulher de 47 anos, perguntando se ela queria uma boleia. A mulher aceitou a oferta, entrou no veículo à paisana, e eles começaram uma conversa sobre sexo. A mulher respondeu que eles poderiam ter relações sexuais se ele comprasse dois cheeseburgers duplos do menu do McDonalds. Além dos cheeseburgers, a mulher disse ao policia disfarçado que ele poderia também dar-lhe uma gorjeta. Ela então o levou para um estacionamento, e acabou sendo presa por prostituição.

A mulher que ofereceu sexo por melhor posição no jogo “Warcraft”

Numa tentativa de tornar o seu personagem mais forte no jogo online World of Warcraft, uma mulher se prostituiu. Precisando de 5000 “ouros” para comprar uma “montaria voadora épica”, uma das mais rápidas montagens no jogo, ela ofereceu a qualquer pessoa, homem ou mulher, a oportunidade de realizar uma variedade de atos sexuais em troca da moeda do jogo. Ainda pediu que a pessoa que aceita se a enviar uma foto antes para ela avaliar.

A prostituta que leiloou sexo para a caridade

Uma prostituta chilena leiloou 27 horas de sexo por cerca de US$ 4.000 para conseguir dinheiro para uma instituição de caridade nacional. Maria Carolina leiloou os seus serviços como parte de uma campanha de angariação de fundos anual, e o dinheiro foi levantado durante os dois dias de “Teleton” para uma instituição de caridade que ajuda crianças pobres e deficientes. A prostituição é legal no país, mas o organizador do evento criticou as suas atividades de captação de recursos, ainda que tivesse aceitado o dinheiro.

A aluna que ofereceu uma masturbação em troca de bilhetes para ver um Panda

Num post altamente duvidoso, mas talvez uma oferta séria, um anúncio muito específico apareceu no Craigslist dizendo: “Se você puder me arranjar um bilhete para ir ver Tai Shan entre hoje e 30 de dezembro, eu vou (eu não posso acreditar que estou a dizer isto) dar-lhe uma masturbação, com as minhas mãos. Talvez, se você for bonito, faço sexo oral. Estou falar a sério. Eu realmente quero ver esse panda”. Supostamente, ela é uma estudante de universitária em zoologia. Ela ainda afirmou: “Eu não sou uma ‘psicopata’. Eu apenas adoro pandas! Eu realmente, realmente, realmente quero ver Tai Shan”.

O milionário para quem ofereceram sexo oral diário para o resto de sua vida em troca de US$ 2 milhões

O artista de graffit David Choe, com US$ 200 milhões na conta graças as suas ações no Facebook recebeu uma proposta de sexo oral todos os dias para o resto da sua vida em troca de uma fatia dos US$ 2 milhões da sua nova riqueza. David Choe apostou em ações, ficando rico de repente. O artista de 35 anos assumiu um risco considerável quando recusou US$ 60.000 em dinheiro em troca de ações num site de uma rede social que ele considerava uma pálida imitação do MySpace. Choe diz odiar a sua nova fama e fortuna, pois significa que “mais pessoas vão incomodá-lo”. Choe contou que recebeu uma mensagem de uma mulher com quem não falava há cinco anos e ela lhe ofereceu sexo oral todos os dias para o resto da sua vida por US$ 2 milhões.

A mulher que foi presa por supostamente oferecer favores sexuais em troca de nuggets

Em janeiro de 2012, uma mulher foi presa por supostamente oferecer favores sexuais em troca de Chicken McNuggets. Khadijah Baseer, de Los Angeles, EUA, foi vista abrindo as portas de clientes do drive-through do McDonald’s, oferecendo favores sexuais em troca do item de fast food. Uma testemunha relatou o seu comportamento bizarro para as autoridades e ela foi presa por suspeita de prostituição.

A prostituta que trocou sexo por um salgadinho

A economia está tão má que até mesmo as prostitutas estão desesperadas! Em Oklahoma, nos EUA, Lahuma Sue Smith, 36 anos, confessou as acusações de prostituição, de que ela comercializou sexo por uma caixa de chips Frito-Lay. De acordo com o relatório policial, policiais disfarçados notaram Smith “tentando convencer um homem” e seguiram o seu carro, encontrando-a com a blusa aberta e um homem no banco do passageiro a puxar as suas calças. O homem disse à polícia que estava a ter problemas conjugais e sabia que poderia “engatar” uma prostituta lá. Smith contou à polícia que o homem disse-lhe que estava à procura de companhia, mas não tinha nenhum dinheiro, então ela concordou em ser paga com uma caixa de US$ 30 de salgadinhos que ele tinha.

Fonte: HypeScience

Veja também

A norte-americana Audrey Nicole fez uma publicação no Facebook de homenagem à namorada do seu ex-marido. O texto tornou-se viral.

HOMENAGEM A NAMORADA DO EX-MARIDO TORNA-SE VIRAL

A norte-americana Audrey Nicole fez uma publicação no Facebook de homenagem à namorada do seu …

Deixe uma resposta