Apimente sua vida na hora do sexo

Com apenas um pinguinho a mais de sem-vergonhice, é possível incendiar os lençóis, aumentar a satisfação sexual e encher sua vida de aventuras picantes e inéditas
Quando o assunto é sexo, a maioria das pessoas cria uma zona de conforto: repete as posições de um repertório (bem) limitado, elege a cama como o melhor lugar para transar e até define data e hora para o rala e rola, como em uma consulta ao dentista. Resultado: apesar de a vida sexual nunca ficar no zero a zero, ela se transforma num verdadeiro déjà vu. “Há algumas razões para a mulher buscar essa situação de segurança: não ser inconveniente ao propor algo novo; sentir-se desconfortável com o corpo ou com odores naturais; perceber que o homem tem melhor desempenho em determinadas posições; estar há tempos na mesma relação”, explica a psiquiatra e sexóloga Carmita Abdo, coordenadora do Projeto de Estudos em Sexualidade (ProSex) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Pensar — ou experimentar — coisas novas na cama trará arrepios (no melhor sentido) desconhecidos. “Aumentar a intimidade é o segredo para que o casal não fique tão dependente do sexo no piloto automático”, afirma o Ph.D. em sexologia clínica americano Ian Kerner, autor do livro Sex Recharge.

Temperar seus relacionamentos (longos ou curtos) com as sugestões calientes da lista a seguir será uma maneira divertida e gostosa de manter a sintonia entre você e seu parceiro — e vai proteger sua vida sexual da ameaça do tédio. Só não vale ficar acanhada ao sugerir novidades picantes ao seu homem; as chances de ele entrar no jogo antes que você termine o convite são bem grandes. “Vejo muitos casais querendo inovar na cama, mas cada pessoa espera a sugestão do outro”, diz Kerner.

E se colocar mais pimenta?

Até as ideias (aparentemente) mais café com leite do teste ao lado ficam pra lá de ardentes com uma dose extra de safadeza.

Sexo na piscina ou banheira
O receio de ser pega transando em uma piscina e a sensação de bem-estar de namorar na banheira são ingredientes que botam fogo nas transas subaquáticas. Para deixar a experiência ainda mais gostosa, explore os sentidos: nus, façam massagens com óleo essencial (o de ilangue-ilangue é afrodisíaco) um no outro, usem sais de banho perfumados na banheira ou na ducha. Como a água diminui a lubrificação da vagina, peça a seu parceiro que a penetre fora d’água. “Quando estiver na banheira, mova seu quadril em direção ao jato de água, até que a pressão faça uma massagem no seu clitóris”, aconselha Ana Canosa, terapeuta sexual e consultora de WH. “A sensação do orgasmo dentro da água morna é bastante relaxante.”

Ler o Kama Sutra
Esse clássico da sexualidade oriental vai inspirá-la a incluir novas posições sexuais em seu portfólio. Mas não tente copiar as imagens ao pé da letra. “Como várias delas são acrobáticas, você corre o risco de acabar com o clima por causa do incômodo ou das risadas”, diz a psicoterapeuta e sexóloga Iracema Teixeira, doutora pela UFRJ. Antes de testar as manobras, capriche nas preliminares. Sexo oral e masturbação simultânea vão prepará-los para o ápice do prazer e ajudar que cheguem ao orgasmo em qualquer posição — até as mais esquisitas, como a picada de escorpião ou a nó da cobra.

Usar comida
Devorar sua sobremesa predileta no seu homem predileto pode não dar certo. Caldas e líquidos sujam a cama, deixam a pele melecada, pegajosa, com um cheiro esquisito… “Usar comidas ou bebidas no sexo oral pode irritar a mucosa vaginal, principalmente se os alimentos forem ácidos”, conta a médica ginecologista e obstetra Carolina Ambrogini, coordenadora do Projeto Afrodite, do Centro de Sexualidade Feminina da Unifesp. Tente os óleos comestíveis ou bolinhas com sabor que estouram com a penetração. Uma volta na sex shop vai mexer com a sua imaginação…

Ver filme pornô e aprender algo
Muitas mulheres não se animam em assistir a filmes pornográficos por um motivo: sobra sexo e falta romantismo nas histórias. Mas há luz no fim do túnel. Diretoras como a sueca Erika Lust estão se destacando por produzirem filmes voltados para nós. As cenas são quentíssimas, mas há mais delicadeza (e menos imagens ginecológicas). Baixe vídeos em lustcinema. com, “para ver sozinha ou a dois”, diz Carolina.

Dar uma escapadinha na hora do almoço
Alegre seu dia quebrando o expediente com… sexo. Só não vale voltar para o trabalho com o cabelo molhado (a não ser que você tenha um álibi como a academia). Para fazer a hora livre render, leve para o motel comidas que sustentam e esquentam o clima pelo poder afrodisíaco, como morangos frescos, pratos com pimenta ou gengibre, uma taça de champanhe ou vinho tinto… valem até ostras! Caso não possa encontrar seu amor, mande um e-mail pedindo ajuda com uma apresentação de PowerPoint. Escreva no assunto “conteúdo confidencial” e alerte que ele só poderá abrir o arquivo quando todos do escritório estiverem no restaurante. Seu e-mail indiscreto vai deixá-lo com muuuita fome… de você.

Usar calcinhas comestíveis
A verdade é que, na hora H, o que os homens mais querem é ver sua calcinha bem longe. Mas esse pedaço de pano tem poderes maiores do que você imagina. Experimente contar ao seu parceiro que lhe dará tudo o que quiser… assim que devorar, literalmente, a peça. Será a refeição mais prazerosa do dia dele! E tente variar ao máximo seu acervo: calcinhas com zíper na frente, fio-dental, transparentes, rendadas… Para as mais corajosas: “Jante com o amado vestida com uma de suas novidades. No meio da noite, tire a peça no banheiro e discretamente coloque-a no colo dele, sob a mesa”, fala Iracema. Ele nem vai ligar de pular a sobremesa — e de pagar a conta sozinho e dar gorjeta.

Mandar sms ou fotos bem provocantes via celular
Boa! A conquista deve extrapolar as quatro paredes: quanto mais pensam em sexo, mais ligados estarão na cama. Isso não quer dizer que deva enviar fotos e SMS explicitamente sexuais (imagine o trauma que você poderia causar na sobrinha curiosa do gato). Fotografe uma parte do corpo em que gostaria de receber uma massagem, sua boca, a lingerie nova… E lembre-se de manter o clima quente até o momento do encontro: de nada vale fazer esse jogo de sedução e depois sumir. “Prepare-se para concretizar aquilo que propôs. Por exemplo, reproduza a imagem da foto para ele vê-la ao vivo e em cores, do jeito que a desejou”, sugere Ana Canosa.

Não tente isto em casa (nem em qualquer outro lugar)

É gostoso e divertido desafiar seus limites e tentar coisas novas, mas aqui estão cinco ideias que você deve deixar fora da sua lista de tarefas sexuais

Asfixia sexual
Um tapinha não dói, mas outras ousadias sadomasoquistas podem machucar, sim — ou até levar à morte. É o que pode acontecer ao prender a respiração ao ter um orgasmo. Há muitas formas de perder o fôlego de um jeito brando. Essa não vale o risco.

Falta de proteção
Mesmo em relacionamentos longos, em que ambos tenham feito testes de DSTs e prometeram ser fiéis, não é possível garantir sexo 100% seguro caso não usem camisinha. O homem pode transmitir doenças, como o HPV, mesmo sem desenvolver os sintomas. É melhor prevenir do que remediar.

Sexo em movimento
Fazer sexo oral em alguém que está dirigindo é triplamente perigoso: para quem está no carro, para os outros motoristas da via e pedestres.

Vídeo erótico
Tudo bem gravar a performance de vocês na cama. Mas depois da diversão dê fim à prova do crime. Em muitos casos, o prazer e a diversão só duram até o relacionamento terminar — e ele postar as proezas de vocês online e sua mãe e seu chefe assistirem).

Troca de orifícios
É uma receita para o desastre: o pênis vai do ânus para a vagina e, então, para a boca (ou segue o caminho inverso, conforme a empolgação) sem que troquem de camisinha. Outra ação proibida: fazer o mesmo com os brinquedinhos eróticos. Lembre-se: uma infecção urinária causada pela bactéria E. coli não tem nada de sexy

Veja também

casal

CASAL DÁ UMA QUECAA EM PLENO AVIÃO

Tem casal que quando viaja no avião tenta usar a casa de banho para dar …

Deixe uma resposta