EUA: Casal deixa filha adoptiva presa numa jaula

Uma mulher norte-americana e o seu namorado deixaram a filha adotiva, de 8 anos, sozinha em casa e presa numa jaula, enquanto foram ao cinema com os três filhos biológicos da mulher.

Cindy Patriarchias, de 33 anos, e Edmond Gonzales, de 37, são suspeitos de terem deixado a filha adotiva presa numa jaula de madeira, enquanto foram ao cinema com os três filhos biológicos da mulher, disse a polícia de Las Cruces, Novo México, Estados Unidos.
As autoridades encontraram a casa sem luz e aparentemente desocupada. Depois de Cindy ter voltado para casa, deixou os polícias entrar. Ao revistar a habitação, um agente descobriu a jaula de madeira, num canto de um quarto, onde a filha adotiva do casal estava presa.
A menina não aparentava qualquer tipo de ferimentos, mas os agentes descobriram que ela sofre de microcefalia, uma rara condição neurológica em que a cabeça da criança é significativamente mais pequena que o normal.
A jaula, feita em casa, media cerca de um metro de altura e um metro e meio de largura, pouco maior que um berço de bebé. A jaula tinha dois trincos na porta e, no interior, um colchão.
Cindy Patriarchias é acusada de abuso de menores e negligência e o namorado de permitir o crime. A investigação do caso continua, enquanto o casal está preso no centro de detenção de Doña Ana com uma caução, aceite só em dinheiro, de 25 mil dólares (cerca de 18 485 euros).

Veja também

casal

CASAL DÁ UMA QUECAA EM PLENO AVIÃO

Tem casal que quando viaja no avião tenta usar a casa de banho para dar …

Deixe uma resposta