Filmes porno abalam a autoestima das mulheres

Investigadores da Universidade da Califórnia e do Tennessee, nos Estados Unidos, recrutaram 308 universitárias heterossexuais, entre 18 e 29 anos, para responderem a um questionário online. Elas responderam questões sobre a qualidade do namoro, satisfação sexual e autoestima.

O resultado mostrou uma relação entre felicidade, autoestima e filmes porno. Quanto mais pornografia os namorados ou maridos viam, maior era a probabilidade de ter um relacionamento infeliz. As que reclamaram do vício exagerado do namorado em ver vídeos porno mostraram autoestima mais baixa e insatisfação com o namoro e com a vida sexual.
De tanto se compararem (ou serem comparadas) às mulheres dos filmes, elas ficam mais inseguras com o desempenho na cama ou com o próprio corpo. “O estudo mostra algumas evidências de que o uso de pornografia pelos homens pode balançar a autoestima da namorada ou esposa. Mas, claro, nem todo casal tem conflitos com excesso de pornografia”, diz Destin Stewart, líder da pesquisa.
Mas a pesquisadora abre outra possibilidade: e se, na verdade, as mulheres com baixa autoestima procurarem mais os homens viciados em pornografia?

Veja também

casal

CASAL DÁ UMA QUECAA EM PLENO AVIÃO

Tem casal que quando viaja no avião tenta usar a casa de banho para dar …

Deixe uma resposta