Home / Actualidade / Mãe foi expulsa de parque aquático devido a biquíni “ousado” demais

Mãe foi expulsa de parque aquático devido a biquíni “ousado” demais

biquinirevelador1

A americana Madelyn Sheaffer não gostou de ter sido expulsa de um parque aquático no estado de Missouri, nos EUA. A razão foi o biquíni demasiado ousado ou, nas palavras da queixosa, «revelador demais».
Indignada com a expulsão, a americana decidiu desabafar na rede social Facebook e mostrou-se contra aquilo que definiu ser uma “discriminação”.
“É porque sou velha demais para usar um biquíni ou porque fico bem com ele?”, interrogou-se a mulher de 43 anos, citada pela estação de televisão KSHB.
Madelyn Sheaffer foi interpelada pela equipa do parque aquático, quando se encontrava com a mãe, a filha de 14 anos e três sobrinhos. Primeiro disseram-lhe que tinha de cobrir o corpo porque o biquíni era pequeno demais.
Ao pedir para falar com um supervisor, Sheaffer obteve a mesma ordem, e foi informada de que, caso não se cobrisse, teria que deixar o parque. “Que tipo de discriminação é essa? É porque estou velha demais para usar um biquíni ou porque fico bem demais com o biquíni?”, argumentou a americana de 43 anos, afirmando que havia “diversas raparigas de 15 a 18 anos com biquínis tão reveladores” quanto o dela.

m5

Perante a nega da mulher, que teria de sair das instalações, os funcionários do parque chamaram a polícia, que foi ao local e escoltou a mulher para fora do parque, que já que não podiam fazer mais nada pois os colaboradores estavam “apenas fazer o seu trabalho”. No seu perfil na rede social Facebook, a americana finalizou dizendo que procurou os media para falar sobre seu caso, e que recebeu “muitos elogios” pelo seu biquini.
De acordo com a estação de televisão “KSHB”, o parque aquático emitiu uma nota afirmando que fica a critério do gerente decidir se os trajes de uma pessoa são ou não apropriados, e sustenta que o parque não discriminou a americana.

m1-616x1024

Depois de aparecer em diversos jornais e ceder entrevistas a emissoras de televisão como a “ABC”, Sheaffer
revelou que seu perfil foi “invadido” por uma onda de solicitações de amizade, e que não consegue acompanhar a procura. “Recebi milhares de pedidos em apenas um dia, e alcancei o limite permitido” pelo Facebook, contou a mulher, que já possui mais de 2.280 seguidores.
Em sucessivos posts, nos quais exibiu mais fotos vestindo o “biquíni polémico”, a mãe de duas filhas afirmou que está impressionada com apoio recebido de diversas partes do mundo, mas que o destaque foi para as palavras de incentivo vindas dos brasileiros. “Recebi mensagens de países como Grécia, China, Hong Kong, e mais de 500 mensagens do Brasil”, escreveu a americana.
Vejam a reportagem da estação de televisão americana:

Veja também

Club Privé

HOMEM QUE É HOMEM JÁ SABE O QUE É BOM DESDE PEQUENINO

Repara bem neste vídeo… e diz lá que até ele já sabe o que é …

Deixe uma resposta