Home / Blog do SeXo / SEXO OU AMOR – A DIFERENÇA

SEXO OU AMOR – A DIFERENÇA

casal amor e sexo

SEXO OU AMOR – A DIFERENÇA

Muitas pessoas usam as expressões “Ah, vou fazer sexo”, ou “Ah, vou fazer amor” como sendo a mesma coisa, a verdade é que não é a mesma coisa, nem sequer lá perto, há uma diferença abismal entre ambas, apesar que estas se refiram à prática sexual, mas vamos então hoje descobrir quais são as diferenças entre fazer sexo e fazer amor, e qual é a importância disto.

Fazer sexo
Fazer sexo está sólida e unicamente relacionado com a prática sexual. Apenas parte sexual, sexo. Nada mais que isso. Ambos os parceiros realizam o ato sexual apenas porque têm apetite sexual e os seus “corpos” estão atraídos.

Esta prática está estritamente relacionada com a relação sexual, e muitas vezes usa-se a expressão na vida real “Vou comê-la!”. Bem, esta é uma expressão rude, mas delimita perfeitamente a abismal diferença da realidade de fazer sexo e de fazer amor.

Fazer amor
Sentiu o impacto da expressão “Fazer amor”? Se não sentiu, devia. Fazer amor está amplamente relacionado com o acto sexual mas inegavelmente com a junção do teor amoroso, ou seja, do sentimento.

Para você que está a ler isto, se você tiver uma relação sexual facilmente irá notar se o seu parceiro está realmente apaixonado por si, ou apenas lhe quer dar uma queca.

O sentimento amoroso é geralmente posto com grande intensidade no sexo, o que acaba por ser mais prazeroso, pois você está a fazer uma das maiores dádivas da vida, o sexo, e ainda por cima com a pessoa que você ama, que com certeza irá se denotar no teor sexual.

Preliminares
Bem, as preliminares contêm um elevadíssimo teor sexual e amoroso, então certamente elas não são praticadas quando apenas se quer “fazer sexo”, mas sim quando já há uma certa afinidade entre os dois parceiros, e quando ambos querem explorar um bocado mais e coisas novas na relação sexual.

Esta é uma grande diferença entre fazer sexo e fazer amor, por isso já sabe, onde geralmente existe preliminares, existe amor.

Tempo
“O tempo pergunta ao tempo quanto tempo o tempo tem.”. Hoje em dia é tudo uma questão de tempo, e não poderia ser diferente numa relação sexual e amorosa. Normalmente quando se quer fazer apenas sexo, há uma rapidez na prática do ato, porque a pessoa que atingir rapidamente o seu objetivo. Geralmente, esta pode ser adequada a uma rápida penetração e uma certa “violência” irrevogável.

Já quando se quer fazer “o amor”, há uma certa tendência para o ato demorar mais, sendo que então as coisas são feitas com mais afinidade, com mais calma, e passa a haver mais atos de sensualidade ao invés de atos de sexualidade.

Sexo depende da emoção
Aqui há uma certa sinistralidade entre esta metáfora. Se a pessoa se estiver com stress e quiser libertá-la através do sexo, certamente ela apenas quer fazer sexo consigo, nada mais, é uma forma de desanuviar o stress, onde possivelmente não haverá a tal química.

Já quando as coisas são feitas com amor, isso sente-se, e por isso a saúde nacional adverte: Não faça amor com pessoas stressadas. *risos*

E você, o que prefere, apenas sexo, ou sexo com amor?

 

Fonte: Blog do Sexo

Veja também

Presente Especial

UM PRESENTE SUPER ESPECIAL

Neste natal vais querer um presente especial como este….

Deixe uma resposta