Vítimas de massacre do Colorado processam cinema

As vítimas que estiveram presentes no passado julho no cinema no Colorado para a assistir à estreia de “O Cavaleiro das Trevas Renasce”, processam o cinema por falta de segurança.
As três vítimas feridas do massacre trágico da sessão de “O Cavaleiro das Trevas Renasce” acusam a cadeia de cinemas como negligente pelas falhas de segurança e pedem 750 000 dólares cada um por danos físicos.

Denise Trayno, Brandon Axelrod e Joshua Nowlan acusam o multiplex de não ter tido um segurança na sessão da meia-noite. Alegam também não haver alarme na porta de emergência e na entrada, que acreditam ter sido utilizada por James Holmes para entrar na sala de cinema.

12 pessoas morreram e 58 ficaram feridas na tragédia que teve lugar no cinema em Aurora. James Holmes é acusado de 24 homicídios, 116 tentativas de assassinato e posse ilegal de explosivos.

O multiplex está fechado desde o dia do massacre, mas prevê-se a sua reabertura no início de 2013.

Veja também

casal

CASAL DÁ UMA QUECAA EM PLENO AVIÃO

Tem casal que quando viaja no avião tenta usar a casa de banho para dar …

Deixe uma resposta